Bom dia!

SCROLL

“Piece of Sheet”, assim mesmo, sem tradução para português, talvez um dia alguém dirá mais alguma coisa sobre isso, mas não agora. Pedaço de folha? Sim, mas muito mais do que isso. Coisas implícitas. Coisas mal ditas. Coisas no fio da navalha. Atira-se ao ar e baralha-se de novo. Lê-se, é o que sabemos.

logo2BÉ verdade, aqui estamos de novo. Nada de mais. Aida não é desta que vamos celebrar. O que se encontra aqui é apenas um espaço trocado por valores cibernéticos, como tantos outros, de alguém que se pôs a escrever. Foi mais por necessidade, para libertar assombrações. Depois as palavras foram rompendo o tempo vazio. Preenchendo espaços e construindo ideias. Más ideias. As pessoas sonham e tudo isto é uma forma onírica de estar acordado. Delirando. Penso assim: “Se hei-de viver que seja sem leme e no delírio”. A escrita é a verdadeira forma de isso poder acontecer.

Este será um espaço vivo. O que existe hoje pode não existir amanhã. Pode mudar. Aqui a vida pode contradizer-se. Pode fazer o que bem lhe apetecer. São textos avulso, também eles em plena mutação. Alguns bons, outros muito maus. Alguma repetição dos sentidos. Algumas teclas partidas. E traduções muitas vezes feitas em cima do joelho, na beira do café. Nada disto está pronto ainda. Está sempre em processo de concepção. Mas quem se preocupa com isso?

Não importa, é prego a fundo!

Siga-nos aqui
  • Funcionário da Bloomland

    Para comentar basta seguir a caixa de comentários no final de cada artigo. Não morde!