Dia dois

Silvo no ar, sem distâncias. Aqui e ali. Chamo-me Tina. Mas há quem me chame apenas A. Estou aqui e quero contar o que se passa. Estejam quietos, por favor.