A ilimitada fé do incrédulo

O mecanismo do Esconderijo foi estudado com profundidade e perde-se a toda a ocasião. No espaço. No tempo. Não se sabe ao certo. É uma obra prima sem traço ou cunho visível. Quem vem carrega o abismo como um desejo, eliminando o seu próprio rasto. Quem sabe da existência deste lugar segue apenas um impulso, a agitação de uma frequência. É isso que os traz. É isso que os leva.

Exército de Kamikazes

A neve não pára de cair. As nuvens não deixam de passar. Há um céu azul por todo o lado. Ursos brancos a rodopiar. Um ambiente espiritual de último grau. Uma cena de fim de tarde numa terra santa. Não se sabe se é um telefonema ou uma forma de pensar, de ligar à consciência. Que quer dizer a água em flocos, alguém consegue explicar? Um chamamento divino? Ou será apenas a bateria a ficar fraca?

Ode a tudo

As pessoas até eram capazes de pensar, o coitadinhoAs pessoas até eram capazes de pensar, o coitadinho está tão mal que até escreve sobre os avós. Ninguém está preparado para ler sobre as coisas mais íntimas dos outros. Dos garrotes, das pipetas ou dos pica-dedos. Presenças avassaladoras e simples que nos protegem como uma aura. Mas aqui o caso é diferente. Trata-se de Gastronomia. E de uma viagem a Leste. está tão mal que até escreve sobre o avô. Ninguém está preparado para ler sobre as coisas mais íntimas dos outros. Dos garrotes, das pipetas ou dos pica-dedos. Presenças avassaladoras e simples que nos protegem como uma aura. Mas aqui o caso é diferente. Trata-se de Gastronomia. E de uma viagem a Leste.

Que fazer das chuvas e dos ventos?

A terra aproximou-se. O Capitão não mostra sinais de maior simpatia. Ordenou que nos transferíssemos todos para um só barco e que dos outros se fizessem chamas. Foi ele próprio que os pôs a arder. E, como se via mais afastado, acorreu, a nado, ao Manhattan, que de pronto abalroou o Cobain com tamanha panada que tornou os dois num brazeiro pegado, mais parecendo coisa do Inferno.

Diz adeus ao que te arma

(English) The rivers know about you, because I tell them your stories. Because whenever you write I throw them your letters. Sometimes making little boats. Waiting for the long course of the water to rebel and eats, all at once, the city that cries for you. Over here.

Vaslav Nijinsky

«Quero assinar ‘Nijinsky’ por causa da publicidade, mas o meu nome é Deus. Amo-o, porque ele me deu a vida. Não quero fazer elogios. Amo-o. Conheço-lhe os hábitos. Ele ama-me, porque me conhece os hábitos. Eu não tenho hábitos. O Nijinsky tem hábitos. O Nijinsky é um homem com erros. O Nijinksy deve ser ouvido porque fala pela boca de Deus. Eu sou o Nijinsky. O Nijinsky é eu.»

(English) A Pact

(English) As early as 1909, Ezra Pound knew the poetry of Walt Whitman and the Whitman myth; and he felt obliged to claim kinship with the older poet. At the outset of his career, he wrote of Whitman, “I honour him for he prophesied me while I can only recognize him as a forebear of whom I ought to be proud.”

Bom dia!

“Piece of Sheet”, assim mesmo, sem tradução para português, talvez um dia terá, mas não agora. Pedaço de folha? Sim, mas muito mais do que isso. Coisas implícitas. Coisas mal ditas. Coisas no fio da navalha. Atira-se ao ar e baralha-se de novo. Lê-se.

Pin It on Pinterest